Petit: o sonho do Belenenses e uma mensagem para Jorge Jesus

Petit: o sonho do Belenenses e uma mensagem para Jorge Jesus
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador fez a antevisão ao encontro com o Benfica, dos quartos de final da Taça de Portugal.

O treinador do Belenenses, Petit, afirmou esta quarta-feira que sonhar com a final da Taça de Portugal de futebol "não é proibido", em antevisão ao jogo dos quartos de final da prova diante do Benfica.

"[A final] É o sonho de qualquer jogador, trabalhar para chegar a um clube que lute por essas conquistas. Queremos passar e estar mais perto do objetivo. Sabemos que é extremamente difícil, mas o sonho não é proibido", avisou, em conferência de imprensa de antevisão ao encontro, na sala de imprensa do Estádio Nacional, em Oeiras.

O adversário é o Benfica, que tem atravessado uma série de maus resultados, a que se acresce um surto de covid-19 que tem condicionado o conjunto encarnado, mas Petit espera "um adversário difícil, com um plantel de grande qualidade."

"[O Benfica] Tem uma ideia muito fixa do seu treinador, é uma equipa com qualidade, que gosta de ter posse de bola. Tem jogadores que podem resolver em jogadas individuais, mas é um coletivo forte. Podemos tirar partido de alguma fragilidade que possam ter. Têm entrado bem nos jogos, mas têm estado inconstantes. O adversário quer reagir a estes últimos resultados e nós queremos dar continuidade ao que fizemos no último jogo", disse.

Apesar de poder "haver modificações no sistema" benfiquista, o que coloca o Belenenses "um bocado às escuras", Petit apontou o foco para o que os azuis podem fazer na partida, que encaram "com moral e confiança", fruto do triunfo caseiro perante o Tondela (2-0), na última jornada da I Liga.

"Sentimo-nos bem. Estamos a atravessar uma fase menos boa, mas sabíamos que estávamos perto de uma vitória. É uma competição diferente, mas vamos com moral e confiança, dentro do nosso registo defensivo e ofensivo, contra um adversário forte, que joga em sua casa e tem boas rotinas. Esperamos tirar o melhor partido do que analisámos deles", sublinhou.

Durante a antevisão de Petit, chegou a informação de que o Benfica cancelou a conferência de imprensa de Jorge Jesus, por suspeita de infeção respiratória do treinador, o que levou o técnico do Belenenses a endereçar uma mensagem ao "timoneiro" benfiquista. "Mais importante do que um jogo de futebol, é a saúde. As melhoras ao Jorge Jesus. Esperamos que não seja nada de grave e que possa estar amanhã [quinta-feira] no banco, era bom sinal", expressou.

Os casos de covid-19 no futebol profissional português continuam a surgir e Petit pediu "bom senso entre todas as partes", mas lembrou que a modalidade "é uma indústria muito forte, que envolve muitos sentimentos e paixões" e, por isso, é necessário "minimizar ao máximo o risco de contágio."

"Realizamos muitos exames e tentamos proteger-nos, mas nunca estamos completamente protegidos, porque temos de ir abastecer o carro ou ir ao supermercado. Também fazemos a nossa vida fora do futebol", exemplificou, acrescentando que os clubes têm de se "adaptar ao que é melhor para a saúde e para o país."

Belenenses SAD, atual 11.º classificado do campeonato, com 15 pontos, e Benfica, no terceiro posto, com 33, defrontam-se na quinta-feira, às 21:15, no Estádio da Luz, em Lisboa, em jogo a contar para os quartos-de-final da Taça de Portugal de futebol, com arbitragem de João Pinheiro, da associação de Braga.