"O golo do Boavista fomos praticamente nós que o marcámos"

"O golo do Boavista fomos praticamente nós que o marcámos"

Silas comenta a derrota para o Boavista em mais um jogo sem golos do Belenenses SAD.

O Belenenses SAD perdeu por um golo sem resposta na receção ao Boavista, continua sem vencer após quatro jogos e sem qualquer golo marcado.

"Não foi bem mais um jogo sem golos. O golo do Boavista fomos praticamente nós que o marcámos. Há lances que são difíceis de controlar. Tivemos oportunidades muito claras que não marcámos e, depois, o Boavista, que quase não teve nenhuma ocasião, marcou. Claramente não merecíamos ter perdido, criámos várias ocasiões, tivemos o jogo sempre controlado, mas o Boavista não podia ter sido mais feliz. São factos, mais um jogo e mais uma derrota. Temos de trabalhar com isso, naturalmente que o balneário está triste, até porque estão conscientes que não jogaram mal, correram muito e deram tudo o que tinham. Merecíamos ter feito golos. Nem o empate é merecido, quanto mais a derrota", afirmou o treinador Silas.

"O Ivan Dias é um jovem jogador, com potencial, mas ainda lhe falta algo para poder jogar já connosco. Não quer dizer que não o venha a fazer, mas a ideia é que ele comece nos sub-23, depois logo se verá a sua evolução", afirmou depois sobre a contratação do irmão de Rúben Dias.

"Dos jogadores que já analisámos, ainda não temos confirmação nenhuma. Temos de procurar soluções, o nosso handicap é a falta de golos, apesar de criarmos ocasiões para tal. A nível defensivo, estamos coesos, o Boavista não teve ocasiões claras de golo, só remates de longe, que o nosso guarda-redes parou", rematou Silas.