Silas avisa: "Se não igualarmos a atitude competitiva, vamos ter problemas"

 foto Álvaro Isidoro / Global Imagens

O treinador garantiu que os jogadores do Belenenses não se deixaram afetar pelos golos tardios sofridos nas duas últimas jornadas

O treinador do Belenenses afirmou esta sexta-feira que o Vitória de Setúbal vai "exigir o máximo" dos azuis, na partida da quarta jornada da I Liga, e assegurou que Zakarya não tem qualquer problema ligamentar.

Silas, que falava na antevisão ao jogo de sábado, no Estádio Nacional, considerou que o Vitória é "uma equipa à imagem do seu treinador", Lito Vidigal, e "que nunca dá nenhum lance por perdido".

"Complicaram muito a vida ao Sporting [na segunda jornada]. É uma equipa que vai exigir o máximo de nós. Deixam tudo dentro de campo. Se não igualarmos essa atitude competitiva deles, seguramente vamos ter problemas", disse, em conferência de imprensa.

O técnico garantiu que os jogadores do Belenenses não se deixaram afetar pelos golos tardios sofridos nas duas últimas jornadas, com FC Porto (derrota por 3-2) e Moreirense (empate 1-1), mas reconheceu a necessidade de "melhorar os lances de bolas paradas defensivas".

A gestão dos jogos com bola é outro dos pontos que merece a atenção de Silas, que voltou a lembrar a importância de preservar o centro de um jogo de futebol: a bola.

"Nenhum jogador gosta de jogar sem bola e os meus jogadores sentem-se confortáveis com bola. Ainda temos de melhorar muito com bola e saber gerir o jogo. Eu sabia que não seria ao terceiro jogo que estaríamos no auge da nossa forma. Com o FC Porto e Moreirense estiveram melhor que em Tondela e isso deixa-me tranquilo, porque é um crescimento lógico. É importante que os jogadores sintam que podem mandar no jogo e não ser uma equipa passiva. Estamos no caminho que tracei e que acho ideal para esta equipa", apontou.

O treinador dos azuis reforçou os elogios ao lateral esquerdo Reinildo, "um miúdo com muita vontade de singrar" e que substituiu Zakarya no final da primeira parte com o Moreirense, devido a lesão do marroquino.

De resto, Silas afirmou que, ao contrário do foi difundido na terça-feira, a transferência falhada de Zakarya para o FC Porto nada tem a ver com uma lesão ligamentar, mas sim com o facto de os portistas terem "decidido mudar de ideias à última hora". Entretanto, na quinta-feira, os dragões confirmaram a contratação do brasileiro Jorge, cedido pelo Mónaco.

"Não é nada do que escreveram, problemas ligamentares. Podem inventar tudo o que quiserem. O Zakarya vai recuperar muito rápido. É um jogador maduro. Eu disse-lhe que o facto de fazer dois jogos e ser logo associado a um clube como o FC Porto quer dizer que ele tem qualidade. E não foi só falar, houve contatos. Depois, o FC Porto decidiu mudar de ideias à última hora, é outra história. O Zakarya tem um problema muito pequeno, uma microrrotura na parte posterior da coxa. Daqui a duas semanas está a treinar novamente", explicou.

Belenenses e Vitória de Setúbal defrontam-se no sábado, a partir das 16h30, no Estádio Nacional, em Oeiras.