"Tirando os quatro clubes com mais adeptos, o Aves tem a melhor claque"

"Tirando os quatro clubes com mais adeptos, o Aves tem a melhor claque"

Nuno Manta perdeu na estreia ao leme do Aves, frente ao Moreirense (3-2) e falou sobre a arbitragem.

Estreia no Aves: "Não [era esta estreia que pretendia]. Mas há que realçar a estratégia do Aves para o jogo. O objetivo era deixar uma boa imagem perante os nossos adeptos. Saíram tristes, mas não chateados. Mostrámos muito querer. A jogar com 10, mantivemos o equilíbrio com as emoções bem assentes. O adversário fez o empate. Tivemos tudo para o 2-1 e para o 3-2, mas não conseguimos. Há coisas boas a tirar deste jogo. Temos de trabalhar mais para conquistar três pontos".

Arbitragem: "Não querendo falar muito sobre a arbitragem, o jogo é normalmente guarda-redes mais 10 contra 10 com guarda-redes. Quando, aos 13 minutos, uma equipa fica com 10, o jogo fica diferente. Quando uma equipa tem mais um elemento por 85 minutos, tem mais facilidade em atacar e dominar. O Falcão era [um jogador] importante, devido a questões de posicionamento, quer defensivo, quer ofensivo. Se ele é bem expulso, não sei. Mas se este lance é vermelho, outros lances no campeonato também têm de ser vermelho. Tem de haver o mesmo critério".

Expulsão: "A expulsão obrigou a nossa equipa a correr mais, a defender, a sair em transições. Não há muito a apontar à produção da equipa, apesar de não termos conseguido pontos".

Parte emocional: "A parte emotiva conta muito para a questão física. Na segunda parte, não se notou muito que estávamos a jogar a menos. Isso teve a ver com a forma como pressionámos e nos posicionámos. Na parte final, encostámos o Moreirense lá atrás. Criámos situações com menos um. Se saíssemos daqui com um ponto, não era nada mau para o Moreirense".

Sobre o apoio dos adeptos: "Vejo muitos jogos da nossa Liga e, se calhar, tirando os quatro clubes com mais adeptos, o Aves é o clube com a melhor claque a nível nacional, até pela relação entre o número de adeptos com a população [de Vila das Aves]".