Nuno Manta: "O Aves ainda tem 66 pontos para conquistar"

Nuno Manta: "O Aves ainda tem 66 pontos para conquistar"
João Maia

Tópicos

Nuno Manta, treinador do Aves, continua a acreditar na permanência, apesar de os avenses terem, apenas, três pontos no campeonato. Próximo jogo é amanhã, diante do Braga.

Braga: "É um grande desafio que o grupo de trabalho vai ter. O Braga é favorito, mas temos que pegar nas coisas positivas que temos vindo a trabalhar e eliminar alguns erros individuais e coletivos que cometemos no último jogo. Nós queremos criar dificuldades ao Braga, precisamos de pontos e vamos fazer tudo para os conquistar."

Como se moraliza o plantel? "É muito fácil. Nós sabemos que o Aves tem três pontos, mas também temos que olhar para o campeonato e perceber que ainda temos 66 pontos para conquistar. Temos que acreditar que vamos conquistar pontos suficientes para ficarmos na I Liga. São muitos pontos e o Aves precisa de metade desses pontos para ficar na I Liga. É claro que já perdemos muitos pontos, só que temos que olhar para a frente e pensar positivo."

Diferentes momentos das equipas: ​​​​​​​"Temos que estar focados em melhorar. Os nossos erros acontecem porque o adversário também os provoca. Temos que evitar fazer esse erro, temos de estar muito mais vivos, ativos e muito focados na tarefa quer estejamos com ou sem bola. Muitas vezes podemos defender tendo a bola e o nosso objetivo é defender cada vez melhor. Sofremos três golos na última jornada, mas foram três golos de bola parada. Se calhar temos que corrigir o posicionamento na bola parada... Sabemos que o Braga tem muitas soluções, ataca bem a profundidade, é das equipas que mais cruzamentos faz e o Aves terá que colocar o Braga sempre muito desconfortável."

Lesionados: "Temos o Simunec que vai ser operado, o Enzo Zidane que está a recuperar de um traumatismo num pé e temos mais duas ou três dúvidas que subsistirão até amanhã."

Braga no melhor momento: ​​​​​​​"Vou ser sincero, gostava de apanhar o Braga depois de uma competição europeia. O Braga jogou na segunda-feira e teve cinco dias para descansar. Preferia jogar contra um Braga com um ciclo menor de recuperação. Não é esse o caso e, portanto, temos é que nos preocupar connosco. O Aves, neste momento, tem sempre muito mais a ganhar."