Nildo nas mãos da SAD e uma explicação para ter ido para a bancada

Nildo nas mãos da SAD e uma explicação para ter ido para a bancada

O extremo ter-se-á atrasado numa convocatória, o que motivou a aplicação do regulamento interno do Aves.

A situação de Nildo Petrolina está entregue à Administração da SAD e pouco mais adiantam os responsáveis do Aves. O extremo ficou na bancada no jogo com o Braga, suscitando interrogações sobre as razões que teriam levado José Mota a prescindir de um dos seus mais importantes jogadores. O treinador dos avenses alegou, no final do encontro, tratar-se de uma questão de foro interno, o que significa que Nildo está sob alçada disciplinar.

Pelo que O JOGO apurou, o cerne do problema estará no facto de Nildo se ter atrasado para uma convocatória, o que sustenta o argumento de José Mota, dado após a derrota na Pedreira: "Não há ninguém que esteja fora do regulamento disciplinar". Nildo Petrolina é um dos elementos mais influentes no onze do Aves e, por conseguinte, um alvo apetecível nesta altura do mercado.