Direção do Aves não consegue comunicar com a SAD e espera-se uma AG

Direção do Aves não consegue comunicar com a SAD e espera-se uma AG
Cláudia Oliveira

Tópicos

Sem respostas por parte dos acionistas, a direção reuniu com a Federação Portuguesa de Futebol e prepara-se para tomar mais medidas que deverão ser anunciadas em Assembleia Geral

O Aves continua num impasse quanto à sua equipa principal, depois de esta ter sido afastada das competições profissionais por incumprimento dos pressupostos exigidos pela Liga. Em comunicado, a direção do clube acusa a SAD de abandono das suas responsabilidades e reuniu com a Federação.

"Face à ausência de comunicação por parte da SAD, a direção do CD das Aves requereu uma reunião com caráter de urgência junto da FPF, que foi concedida de forma célere. Até ao momento, não foi comunicado oficialmente, por parte das entidades competentes, em que escalão irá competir a equipa principal de futebol. A SAD abandonou por completo as suas responsabilidades no que às infraestruturas diz respeito, nomeadamente, o tratamento do relvado do Estádio", avançam no documento.

Em face disto, o clube reintegrou nas suas competências a gestão da equipa de sub-19. O clube lamenta ainda que algumas verbas a que teriam direito estejam bloqueadas, por "uma correlação com as dívidas da SAD", sem que, no entanto, tal esteja a afetar o arranque do ano desportivo nas restantes modalidades.

O JOGO tentou contactar a SAD, mas não o conseguiu até fecho da edição.

AG para decidir o novo rumo

O comunicado do clube tranquiliza os sócios garantindo mais esclarecimentos para breve. Será agendada, em tempo útil, uma Assembleia-Geral Extraordinária por parte da direção do clube para o esclarecimento de todas as questões aos seus associados. O JOGO sabe que os elementos do emblema vão reunir no início desta semana para depois divulgar a data da AG e outras medidas a assumir a curto prazo em face destes acontecimentos.