Augusto Inácio fala em "muito azar" e aponta erro de arbitragem

Augusto Inácio fala em "muito azar" e aponta erro de arbitragem

Aves somou a quinta derrota consecutiva na I Liga - perdeu 2-1 em Paços de Ferreira - e Augusto Inácio explicou o desaire com "pouca estabilidade defensiva".

Muito azar: "A nossa defesa tem sido muito azarada. Porque ontem [quinta-feira] um deles lesionou-se no treino, o Simunec saiu hoje ao intervalo com uma lesão no tornozelo. Na quinta jornada estreou-se o Jailson e o Bruno Jesus. A consistência da defesa não é a melhor e perdemos aí. Na primeira parte estivemos muito bem, mas o lance capital do jogo é aquele lance do Wellinton. O André Micael é expulso e antes há uma falta foi muito pior, que não foi assinalada, e depois o Paços faz o golo".

Falta de consistência defensiva: "A equipa não é consistente a nível defensivo. Revela bem que não há uma defesa sempre a jogar, sempre com os mesmos [jogadores]. As rotinas não são sempre as mesmas. Tempo é aquilo que as pessoas não têm, mas temos que dar tempo a estes jogadores. Com estabilidade defensiva tínhamos vencido".

Último lugar da I Liga com 3 pontos somados: "Se olharmos para o ano passado, na primeira volta o Aves tinha 12 pontos. Temos 3, mas vamos continuar a lutar para somarmos mais".