"A equipa foi abaixo depois do primeiro golo"

"A equipa foi abaixo depois do primeiro golo"
Melo Rosa

Tópicos

Nuno Manta, treinador do Aves, admitiu que "ficou difícil a equipa levantar-se" depois de falhar o penálti e de sofrer "um grande golo".

Nuno Manta Santos defendeu que até "sofrer o golo" o Aves estava "a fazer um jogo muito bem conseguido". "Estávamos bem posicionados e anulámos aquilo em que o Vitória é forte, como a primeira fase de construção", acrescentou o treinador do Aves.

"Na segunda parte, a partir do momento em que sofremos o golo, a equipa foi abaixo. Podíamos ter chegado ao 1-0, mas falhámos o penálti e depois surgiu um grande golo. Ficou difícil a equipa levantar-se e conseguir encostar o Vitória lá atrás. Para mim, o jogo resume-se à eficácia e há que pensar no próximo. Fizemos um jogo muito competente, muito organizado e na parte final atuámos com algum coração e mais jogo aéreo. Mesmo assim, fomos criando algumas situações, mas o Vitória passou a jogar em contra-ataque e acabou por chegar ao 2-0, que deu mais tranquilidade", considerou.

Sobre o penálti apontado por Welinto que Douglas defendeu, Nuno Manta afirmou: "É a segunda vez que falhámos um penálti com hipóteses de fazer o 1-0. Aconteceu no campo do Setúbal [derrota por 1-0] e hoje outra vez. É de salientar a forma como conquistámos esse penálti através dos nossos ataques rápidos. Temos de continuar a trabalhar e os resultados certamente vão aparecer".

Em relação à possibilidade de garantir à permanência, o treinador do Aves disse: "Obviamente que acredito que temos condições, porque damos respostas todos os fins de semana. Houve um jogo menos conseguido contra o Rio Ave [goleada em casa por 4-0] e assumi que fui o primeiro a errar. Nos outros jogos temos sido muito competentes, bem organizados e com vontade de conquistar pontos."