Um "aviso" no Arouca: "I Liga tem mais qualidade, com plantéis de milhões"

Um "aviso" no Arouca: "I Liga tem mais qualidade, com plantéis de milhões"
Cláudia Oliveira

Tópicos

Extremo quer uma "época tranquila" no regresso do Arouca à I Liga.

Casado há uma semana, Arsénio apresentou-se esta manhã, no Centro Médico da Praça, em S. João da Madeira, para os exames médicos do Arouca, que marca o arranque da época de 2021/22.

O Arouca foi a última equipa da I Liga a entrar de férias, pela disputa do play-off de subida com o Rio Ave, mas o descanso "mais curto" não incomodou o extremo. "Foram as férias possíveis e foram boas. Souberam bem pelo objetivo alcançado", disse.

Para a época de regresso, do atleta e do Arouca, à I Liga deseja que não haja sobressaltos. "O objetivo é estabilizar o Arouca na I Liga e fazer um campeonato tranquilo, teremos de dar ainda mais do que já demos. A I Liga tem muito mais qualidade, com plantéis de milhões", lembrou.

Reforço de janeiro da equipa, afirmou-se e foi importante para a subida. Se vai manter a titularidade não sabe, mas deixa o alerta ao treinador Armando Evangelista: "Vou dar sempre o máximo. Se der boas dores de cabeça ao treinador, melhor".

Do plantel provisório de 22 atletas, estiveram nos exames médicos apenas 12. Fernando Castro, Quaresma, Thales, João Basso, Brunão, Luiz Gustavo, Adílio, Heliardo e André Silva, cumprem o período de quarentena obrigatória. Velázquez está ao serviço da seleção da Venezuela na Copa América.