"Portão fechado com cadeado? Há pessoas que têm outra forma de estar na vida..."

"Portão fechado com cadeado? Há pessoas que têm outra forma de estar na vida..."

Declarações de Joel Pinho, diretor geral do Arouca, sobre o incidente de quarta-feira no estádio do clube arouquense, à margem do World Scouting Congress, que decorreu num hotel no Porto.

Portão fechado com cadeado: "Não vou falar nada sobre isso. Está bem explicado no comunicado, basta ler o comunicado que foi publicado pelo clube e tirar as ilações. Desde o início nunca nos passou pela cabeça chegarmos a este tipo de situações, é lamentável a atitude que a Câmara teve. Depois fomos obrigados a dar essa resposta. Em vez de remarmos todos para o mesmo lado, há pessoas que têm outra forma de estar na vida, nós não, continuamos a defender os arouquenses vamos continuar a trabalhar nesse sentido."

Solução em breve? "Costumo dizer que a solução só não existe se uma das partes não quiser. Da nossa parte, o Arouca quer sempre fazer parte da solução, dignificar o concelho, dignificar a região e continuar a trabalhar da mesma forma que tem vindo a trabalhar nos últimos anos. Agora temos de esperar que as pessoas que estão na parte autárquica tenham essa sensibilidade e percebam a importância do trabalho que fazemos, que é um trabalho cívico e de promoção da terra."