"Goleada? Seis pontos à quarta jornada para o Arouca não me parece um mau início..."

"Goleada? Seis pontos à quarta jornada para o Arouca não me parece um mau início..."
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Armando Evangelista, treinador do Arouca, após a goleada caseira sofrida diante do Braga, 0-6.

Ausência de Jerome Opoku e análise ao jogo: "O Opoku teve uma lesão no final da semana que o impediu de jogar. Em relação ao jogo, no cômputo geral houve muito Braga e pouco Arouca. Não soubemos lidar com o golo sofrido aos 20 segundos, sem sombra de dúvida pagámos caro a intranquilidade de sofrer tão cedo. Se analisarmos os três golos seguintes, é um passe errado que deixa a bola nos pés do Ricardo Horta, o terceiro é um penálti cometido de forma ingénua e o quarto é um passe de risco desnecessário do Alan [Ruiz] que dá o golo. Não me parece que tenha sido pela necessidade de um jogador mais físico no meio-campo."

Saber lidar com os vários resultados: "Não soubemos lidar com o primeiro golo. Defrontando uma equipa moralizada, com uma série de 11 golos em três jogos, acabaram por ter uma confiança extraordinária e na primeira parte fizeram cinco remates e marcaram quatro golos. É importante que esta equipa saiba lidar com vitórias, derrotas e empates, com os dias bons e maus. Este foi um dia mau e há que saber lidar com isso, estamos na quarta jornada, temos seis pontos, sofremos uma derrota com números exagerados para a competitividade que queremos para esta equipa."

Balanço ao início de temporada: "Seis pontos à quarta jornada para o Arouca não me parece um mau início. Não é porque perdermos três pontos para uma equipa europeia que vamos dizer que é desastroso. O importante é tirar ilações. É preciso ter capacidade anímica e mental muito grande para lidar com isto."

Ainda o jogo do Braga: "Se analisarmos o jogo, sofremos os dois golos e temos um período muito bom de 15 minutos. No cômputo geral, sofrer seis golos é péssimo, mas se partirmos o jogo e o e analisarmos, temos 15 minutos em que chegámos com qualidade, criámos uma ou outra situação que poderíamos ter finalizado e acabamos por nos desligar. Pelo que criámos ofensivamente, assentariam bem um ou dois golos."