"FC Porto sem Díaz? Provavelmente, até vamos ter dificuldades acrescidas"

"FC Porto sem Díaz? Provavelmente, até vamos ter dificuldades acrescidas"

Declarações de Armando Evangelista, treinador do Arouca, na antevisão ao jogo com o FC Porto, domingo, às 18h00.

Que FC Porto espera: "Sabemos quem temos pela frente o primeiro classificado, uma equipa que perdeu pontos em dois jogos. Isto diz-nos as dificuldades e o bom momento que atravessa. Com dinâmicas ofensivas e defensivas muito cimentadas e difíceis de ultrapassar. Sabemos que pontos somados contra estas equipas no resultado final podem fazer a diferença, é nisso que nos vamos agarrar. Nunca partir derrotados para o jogo."

Percurso: "Dois jogos fora de casa e com quatro pontos dá-nos mais alento. Vai ser importante somar pontos neste jogo. É obvio que moraliza."

Reforços: "Temos de ver onde vêm. Em relação ao Alan [Ruiz], ao Nem e ao Bruno são jogadores que vêm de um período de férias de dois meses, já que os campeonatos onde estavam inseridos terminaram em novembro. Agravando-se isso, Nem chegou ontem e fez o primeiro treino. Tem de haver um período de adaptação. Estamos numa altura em que o campeonato e as equipas estão no seu auge, é necessário enquadrar isso tudo. Neste momento, o Nino Galovic que estava em competição, poderá estar mais próximo de dar o seu contributo."

Ciclo em casa: "O adversário não é o ideal para reverter o ciclo que temos em casa, mas por outro lado pode ser um fator de motivação acrescida. Queremos agarrar o facto de ser um adversário a quem poucos roubaram pontos e queremos surpreender. Mesmo a comunicação social se tivesse de apostar não seria no Arouca, temos de reverter o favoritismo do FC Porto e os resultados que temos tido em casa."

Intensidade do FC Porto: "Tem muita presença na área. Depois de analisar as dinâmicas, é uma das equipas mais fortes na intensidade e na reação à perda, em bloco alto. Em termos estratégicos, teremos de ter uma equipa em função do que o FC Porto pode fazer quando tem ou não bola."

Ausência de Luis Díaz no FC Porto: "Os melhores jogadores criam sempre mais problemas aos adversários, mas quando falamos no FC Porto não podemos enumerar um bom jogador, temos de enumerar 20 e tal jogadores. O FC Porto tem substituto à altura e tem jogadores a quererem dar o contributo e a quererem mostrar-se. Portanto, as dificuldades que teríamos com o Luiz Diaz vamos ter com outros, provavelmente acrescidas por esse motivo. Temos de ter a capacidade para incomodar o FC Porto. Num bom dia podemos incomodar, e de que maneira, este FC Porto."