David Simão chega aos 200 jogos na I Liga: "É um trunfo valioso para a segunda volta"

David Simão chega aos 200 jogos na I Liga: "É um trunfo valioso para a segunda volta"
Melo Rosa

Tópicos

Pedro Emanuel orientou David Simão, que fez o jogo 200 na I Liga em Famalicão, no Arouca e na Académica, e não tem dúvidas que será influente com o FC Porto e no resto da época

David Simão completou na segunda-feira, em Famalicão, 200 jogos na I Liga. Do percurso do médio de 31 anos no escalão principal, 82 foram efetuados ao serviço do Arouca (tem mais 12 nas outras competições), três dos quais esta época, 25 no Paços de Ferreira, onde se estreou a 14 de agosto de 2010 sob o comando de Rui Vitória, diante do Sporting, 11 na Académica, 26 no Marítimo, 40 no Boavista e 16 no Moreirense.

Reforço de inverno para Armando Evangelista, David Simão voltou cinco anos e meio depois ao clube onde começou por ser orientado por Pedro Emanuel, em 2014/15. "O David sempre foi um jogador com qualidade de passe, extremamente inteligente na leitura do jogo e com capacidade de equilibrar a equipa", salienta o treinador do Al Nassr, da Arábia Saudita, acreditando que "é isso que o Arouca procura nesta altura".

"Ter um jogador com a qualidade do David, que conhece bem os cantos à casa, é sempre uma mais-valia para uma equipa que luta para não descer. É, sem dúvida, um trunfo valioso para a segunda volta, que será muito complicada no regresso ao escalão principal", diz o técnico, que já orientara David Simão na Académica, onde fez o primeiro golo na I Liga, a 26 de março de 2012, em Braga.

"É, agora, um jogador mais maduro, que acrescenta qualidade a qualquer equipa", aponta, não tendo dúvidas que "será muito útil" no sábado, na receção ao FC Porto. "Tem muito mais capacidade de gerir o jogo e as suas emoções. Será importante para uma equipa que terá menos bola e de saber defender bem, precisando de grande capacidade de sofrimento. E contribuirá também para ter critério na saída, o que poderá dar algumas hipóteses ao Arouca de causar uma surpresa", perspetiva.

"Vive para estes jogos"

Pedro Emanuel diz que Simão "é um joga-dor que vive para estes jogos", como o de sábado, com o FC Porto. "É inteligente na forma como os aborda e como os lê", elogia, detalhando: "Pode pausar, dar qualidade nas saídas do Arouca, com eficácia de passe e com a experiência que tem, para temporizar ou acelerar consoante as necessidades da equipa. Tem formação no Benfica, um longo percurso e está habituado a grandes jogos e a grandes decisões", argumenta.