Armando Evangelista: "Perspetivava ter mais pontos no final da primeira volta"

Armando Evangelista: "Perspetivava ter mais pontos no final da primeira volta"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Armando Evangelista, treinador do Arouca, após a derrota (2-1) em casa do Belenenses, para a ronda 17 do campeonato.

A derrota: "As incidências do jogo não nos foram favoráveis. Fizemos o suficiente para levar os três pontos. Ficámos logo reduzidos a 10 e isso acabou por desmontar o plano de jogo. Quando voltou a igualdade numérica, fizemos o golo e tínhamos o jogo controlado. Com nove, ficou mais difícil. O desgaste já era muito e, assim, ficou mais. O desgaste e a concentração acabaram por nos penalizar, mas a vontade de querer vencer ficou bem patente. Com menos dois elementos, acabámos por ter duas bolas nos ferros, mais uma do Oday Dabbagh isolado e o Arsénio também podia ter feito numa boa oportunidade. A quantidade de oportunidades que temos acho que justificaria outro resultado."

Faltou sorte: "Hoje não era o dia do Arouca. Com uma pontinha de sorte ou justiça, penso que a equipa podia levar os três pontos. Sabemos que o Arouca vai ter de continuar a ser competitivo e a sofrer. Sabemos qual é o caminho e vamos continuar. Acredito que, com esta vontade, organização e querer, vamos conquistar muitos pontos."

Balanço: "Perspetivava ter mais pontos no final da primeira volta. No início da época, apontava para ter, em média, um ponto por jogo. Estamos aquém por três pontos. Temos uma segunda volta para ir atrás disso e fazer mais."