Armando Evangelista: "Jogaram seis reforços e estou satisfeito pelo que deram"

Armando Evangelista: "Jogaram seis reforços e estou satisfeito pelo que deram"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Armando Evangelista, treinador do Arouca, depois do triunfo por 1-0 frente ao Gil Vicente, na segunda ronda do campeonato.

Golo a abrir: "Qualquer início de jogo com um golo acaba por beneficiar a equipa que marca. Na segunda parte, não me parece que o Arouca se pôs a jeito, mas que o Gil Vicente arriscou mais e colocou mais gente no último terço, o que nos obrigou a uma organização defensiva diferente daquela que foi na primeira parte. Foi mérito do Gil Vicente porque é uma equipa com qualidade, sabíamos que seria um jogo difícil. Na primeira parte, o que produzimos justificou esse golo. No segundo tempo - a equipa tem vindo a crescer no processo ofensivo e defensivo -, o Gil Vicente pôs à prova a nossa organização defensiva e fomos irrepreensíveis."

Segunda parte: "Poderíamos ter tido outro tipo de gestão de posse de bola na segunda parte, principalmente em transição ofensiva, ter criado mais problemas face a alguns desequilíbrios que eles foram tendo porque estavam a arriscar. Acabámos por ter duas oportunidades em que podíamos ter feito mais um golo, em duas transições, pelo Mújica e Antony. A verdade é que o Andrew faz duas grandes defesas, mérito dele. Acaba por ser um jogo que nos traz três pontos, era o que procurávamos e estamos satisfeitos."

Opções: "Se não houvesse as ausências que temos, provavelmente não jogaria com seis reforços. Este é um processo contínuo e que vai crescendo, há jogadores que têm comportamentos assimilados, são os que vêm da época transata. Na antevisão tinha dito que estou satisfeito com a maneira como têm crescido, assimilado e aceite o que temos passado. Por isso mesmo, jogaram seis reforços e estou satisfeito pelo que deram, pelo que procuraram pôr em prática o que se tem procurado. Este é o caminho, difícil de percorrer, mas tem de ser desta forma que temos de continuar. Tenho a certeza que vamos crescer muito."