"Proposta de FC Porto ou Benfica? Nunca fecharia as portas a um clube"

Alan Ruiz, jogador do Arouca

 foto Leonel de Castro/Global Imagens

Alan Ruiz, em entrevista a O JOGO, reconhece mérito aos dragões e não fecha a porta a um futuro de azul e branco ou vermelho.

Na parte cimeira da tabela da Liga Bwin, os 91 pontos somados pelo FC Porto deixaram, aos olhos de Alan Ruiz, pouca margem para dúvidas em relação à justiça do título nacional. O Sporting faz parte do passado e, por isso, o jogador do Arouca não está por dentro da atual realidade leonina. A ligação emocional mantém-se, mas não seria entrave para rumar a um dos outros grandes...

Em Portugal, o Alan já tinha representado o Sporting. Quando voltou, em janeiro deste ano, encontrou um futebol português diferente?

-Não me parece que tenha mudado muito. Em termos de polémicas e do que se passa fora do campo, eu não presto atenção, sou sincero. Só me concentro naquilo que se passa no clube que represento. Tudo o que acontece fora dessa esfera não tem interesse nenhum para mim.

Considera que o FC Porto foi um justo campeão nacional?

-Na minha opinião, sim. Mostrou o potencial que tem e isso viu-se na diferença de pontos que marcou para os rivais. É um justo vencedor, mereceu ganhar o título.

E como avalia a época do Sporting? É um clube especial para o Alan...

-Não estou muito por dentro da realidade atual do Sporting, confesso. Foco-me no que acontece na minha equipa, mas claro que têm um plantel muito forte, de qualidade. Mas o campeão foi o FC Porto. Não deixou margem para dúvidas.

Se recebesse uma proposta para jogar no FC Porto ou no Benfica, aceitaria?

-O futebol é trabalho e, enquanto profissional, nunca fecharia as portas a um clube. Sempre disse isso. O que chegar às mãos do meu empresário será falado, e é como já disse anteriormente: representarei sempre o clube em que jogo da melhor forma, como aconteceu até agora na minha carreira.

Não perca a restante entrevista a Alan Ruiz: