Um "tesouro" que não se faz mais

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Carlos Flórido

UM LIVRO POR DIA - Uma bíblia do desporto olímpico com um problema: acabou.

"Um tesouro de sabedoria, drama e anedotas de 116 anos de história olímpica" - pode ler-se logo na capa de 1,7 quilos de relatos detalhados dos Jogos Olímpicos de verão realizados entre 1896 e 2012.

"The Complete Book of the Olympics" tem 1334 páginas na sua última edição e nele não há invenções. São histórias reais, com base em relatos das várias épocas, e resultados. Imensos resultados! Quem ganhou o florete em Berlim"1936? O italiano Giulio Gaudini, com sete vitórias e nenhuma derrota. Quem jogou na equipa portuguesa que foi quarta no torneio de futebol de Atlanta"1996? Também está lá, com Nuno Espírito Santo, Rui Jorge, Dani, Peixe, Capucho e muitos outros.

Infelizmente sem relatos de jogos -apenas o da final, ganha pela Nigéria frente à favorita Argentina (3-2), de Zanetti e Simeone -, mas recordando que oito jogadores argentinos tiveram os quartos de hotel assaltados enquanto batiam Portugal nas meias-finais, por 2-0. O problema desta bíblia do desporto olímpico é que... acabou.

David Wallechinsky, californiano de 72 anos, iniciou em 1984 a publicação de uma obra enciclopédica que conheceu edições aumentadas a cada Olimpíada, mas parou em 2012, com as histórias de Pequim"2008, quando já repartia a autoria (e a pesquisa) com Jaime Loucky. "Estou envolvido em tantas outras obras que se tornou difícil. Por outro lado, o fator custo-rendimento deixou de existir", explicou depois dos Jogos do Rio"2016, na altura tentado a fazer uma edição para Tóquio"2020, mesmo representando "o relato de mais de 600 eventos" . Ainda estamos à espera...