Um vídeo polémico partilhado por Trump e a desculpa: "Não ouviu"

Um vídeo polémico partilhado por Trump e a desculpa: "Não ouviu"
Redação com Lusa

Donald Trump partilha vídeo de apoiante a gritar "poder branco" e depois apaga.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, colocou este domingo na sua conta no Twitter um vídeo que mostra um dos seus apoiantes a gritar "poder branco", um slogan racista associado aos supremacistas brancos, mas apagou-o depois.

Segundo a Casa Branca, o Presidente não tinha ouvido "essa declaração".

O vídeo parece ter sido gravado na residência de idosos The Villages, na Florida, e mostra apoiantes de Trump em confronto verbal com opositores do Presidente.

"Obrigado às excelentes pessoas de The Villages", escreveu Trump quando divulgou o vídeo, onde se vê um homem a conduzir um carrinho de golfe com bandeiras e cartazes pró-Trump e a gritar "poder branco".

O vídeo também mostra manifestantes anti-Trump a gritar "nazi", "racista" e insultos aos apoiantes do Presidente. "Não há dúvida" de que Trump não devia ter retweetado o vídeo e "devia tirá-lo", considerou o senador Tim Scott, o único republicano negro no Senado, à CNN.

Pouco tempo depois, Trump apagou o tweet em que partilhara o vídeo.

Um porta-voz da Casa Branca, Judd Deere, afirmou em comunicado que "o Presidente Trump gosta muito de The Villages" e "não ouviu essa declaração feita no vídeo", mas apenas "o enorme entusiasmo dos seus muitos apoiantes".

O incidente ocorre numa altura de elevada tensão no país, na sequência da morte, às mãos da polícia, de George Floyd e de outros norte-americanos negros.