Rui Pinto é suspeito de ter pirateado o PSG, avança o Público

Rui Pinto é suspeito de ter pirateado o PSG, avança o Público
Redação

Autoridades francesas querem confirmar se os endereços de correios eletrónicos de responsáveis do clube da Ligue 1 integram o processo de Rui Pinto

As autoridades francesas têm a suspeição de que Rui Pinto, whistleblower (denunciante) que está acusado da prática de 90 crimes (entre eles, acesso ilegítimo a servidores de clubes e instituições), pode ter pirateado o Paris Saint-Germain.

Segundo o jornal Público, que avançou com a informação esta terça-feira, os gauleses pretendem saber em que fase está o julgamento de Rui Pinto, a correr em Portugal, e aceder a determinados documentos para levar a cabo a investigação.

As autoridades francesas querem confirmar se os endereços de correios eletrónicos de responsáveis do PSG fazem parte do processo judicial de Rui Pinto, de forma a eventualmente interliga-lo ao ataque informático aos sistemas digitais do emblema.

Para tal, o Ministério Público (MP) francês utilizou, refere o jornal Público, o mecanismo de Decisão Europeia de Investigação em Matéria Penal, sendo que o pedido de cooperação entre forças judiciárias foi feito em fevereiro do ano passado.

O desencadear desta investigação teve origem em três queixas apresentadas pelo PSG à Justiça francesa ao observar, em notícias veiculadas pelo jornal Mediapart, informações pertencentes a documentos internos do clube da Ligue 1.