Exército russo anuncia "libertação total" da siderúrgica Azovstal

Exército russo anuncia "libertação total" da siderúrgica Azovstal

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Lusa

O Presidente russo, Vladimir Putin, foi informado pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu, do "final da operação e da libertação completa de Azovstal e da cidade de Mariupol".

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou esta sexta-feira que Exército russo "libertou na totalidade" o complexo siderúrgico Azovstal, em Mariupol, sudeste da Ucrânia, após os últimos combatentes ucranianos presos naquele espaço se terem rendido.

"Desde 16 de maio, renderam-se 2 439 nazis do [Regimento] Azov e militares ucranianos detidos na fábrica. Hoje, 20 de maio, o último grupo de 531 combatentes rendeu-se", realçou Igor Konashenkov, porta-voz do Ministério da Defesa russo, em comunicado publicado na rede social Telegram.

A mesma fonte explicou que o Presidente russo, Vladimir Putin, foi informado pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu, do "final da operação e da libertação completa de Azovstal e da cidade de Mariupol".