Suíça Axpo compra Goldenergy à Dourogás

Suíça Axpo compra Goldenergy à Dourogás
Lusa

A empresa suíça Axpo comprou ao grupo Dourogás os 75% da Goldenergy que ainda não detinha, sendo agora o único acionista da comercializadora portuguesa de gás natural e eletricidade, foi hoje anunciado.

Num comunicado conjunto, a Dourogás e a Axpo adiantam que "o acordo de compra e venda -- cujo valor não foi divulgado - contempla manutenção da totalidade dos postos de trabalho e a manutenção da sede em Portugal".

Até 2015 a Goldenergy era detida a 100% pelo Grupo Dourogás que, nesse ano, alienou 25% da comercializadora à Axpo. Com o negócio agora anunciado, a empresa suíça passa a controlar a totalidade do capital da comercializadora portuguesa.

Segundo se lê no documento, a Goldenergy "irá continuar a abordar o mercado de forma inovadora e dinâmica, focando a sua oferta e serviço na qualidade a preço baixo, nos segmentos doméstico, comercial e industrial".

"Iremos prosseguir o caminho de crescimento no mercado português assentando a nossa estratégia comercial na qualidade, no preço baixo e num 'mix' de fontes energéticas cada vez mais amigas do meio-ambiente, renováveis e sustentáveis. Energia mais limpa, segura e barata é o que queremos oferecer aos nossos clientes em Portugal, um mercado crescentemente concorrencial e competitivo em cujo potencial acreditamos e no qual temos confiança", afirma o administrador delegado da Axpo em Portugal, Miguel Checa Rodriguez, citado no comunicado.

Para o Grupo Dourogás, refere o comunicado, esta operação representa "uma reorientação estratégica na sua atuação no mercado nacional da energia, permitindo consolidar as operações de investimento em curso nas redes de distribuição em 18 municípios nos distritos de Vila Real e Bragança".

"Ao mesmo tempo, o Grupo Dourogás vai reforçar os investimentos no domínio do Gás Natural Veicular, alargando as redes de distribuição existentes para este combustível que representa, indiscutivelmente, uma opção mais limpa e económica", acrescenta.

Citado no comunicado, o presidente executivo do grupo Dourogás, Nuno Afonso Moreira, diz ser "um orgulho ter concebido, criado e desenvolvido a Goldenergy desde o momento zero", mas considera ser "o momento de permitir que a empresa siga o seu próprio rumo e outro modelo de afirmação e desenvolvimento, agora com um novo acionista único, que tem um plano de crescimento para a empresa e que se comprometeu a salvaguardar todos os postos de trabalho".

"Do ponto de vista do grupo Dourogás esta venda representa uma oportunidade efetiva para nos focarmos em outros projetos, nomeadamente na distribuição de gás natural canalizado na zona norte do país e para o desenvolvimento da aposta no gás natural veicular, uma alternativa no quadro da mobilidade sustentável que, acreditamos, veio para ficar e que tem muito futuro pela frente, quer para veículos pesados quer, crescentemente, para veículos ligeiros de passageiros", sustenta.

Empresa do setor energético de origem suíça, que produz e comercializa energia em vários mercados europeus, a Axpo já operava no mercado português quando adquiriu a primeira participação na Goldenergy, mas apenas na venda de eletricidade e sem presença no segmento de clientes domésticos.