Portugal destaca importância da segurança para ambiente de negócios em Moçambique

Portugal destaca importância da segurança para ambiente de negócios em Moçambique
Lusa

O secretário de Estado da Internacionalização português, Eurico Brilhante Dias, apontou hoje a segurança como uma das principais condições para a melhoria do ambiente de negócios em Moçambique.

"Nós queremos continuar a trabalhar com Moçambique para melhorar o ambiente de negócios e a dimensão da segurança é bastante importante", declarou à Lusa.

O governante falava à margem da abertura da 53.ª edição da Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Moçambique (Facim), que junta 1.900 empresas de 29 países nos arredores da capital moçambicana.

Para Eurico Brilhante Dias, todos os sinais de estabilidade e segurança são importantes para atrair investimento estrangeiro, garantir mais postos de trabalho, desenvolvimento da economia e gerar possibilidades de exportações.

"Se encontrarem medidas concretas e um ambiente estável, os empresários estarão seguramente em melhores condições para investir", sublinhou.

Eurico Brilhante Dias disse ainda que, apesar de Portugal ter atravessado um momento conturbado económica e politicamente, o empresariado português tem boas perspetivas para o futuro e são inúmeras as empresas de Portugal que manifestam interesse em investir em Moçambique.

"Queremos dar um sinal claro de que Portugal nunca desiste de Moçambique. Portugal está sempre presente e faz parte dos nossos objetivos ajudar Moçambique no seu desenvolvimento", afirmou o governante português.

De acordo com dados oficiais, há mais de duas mil empresas portuguesas em Moçambique em setores como turismo, construção civil, imobiliária, energias renováveis e metalomecânica, bem como no setor alimentar.

Na Facim, Portugal é representado por cerca de 30 firmas, que ocupam um dos seis pavilhões da maior feira de Moçambique.

A 53.ª edição da Facim arrancou hoje e decorre até 03 de setembro.