Presidente de Angola promove movimentação diplomática em 13 embaixadas

Presidente de Angola promove movimentação diplomática em 13 embaixadas
Lusa

Luanda, 15 mai 2019 (Lusa) - O chefe de Estado angolano anunciou hoje uma movimentação diplomática em 13 países, entre eles Brasil, Guiné Equatorial e Estados Unidos, exonerando ainda o embaixador em Itália, revela uma nota de imprensa da Casa Civil.

Segundo a nota, além dos que se encontravam em Brasília, Malabo, Washington e Roma, João Lourenço exonerou os chefes de missão no Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Israel, Alemanha, Holanda, Zimbabué, Vietname, Zâmbia e Namíbia.

No documento, o Presidente de Angola exonerou também o embaixador em Roma, Florêncio Mariano da Conceição e Almeida, sem que tenha, neste despacho, indicado qualquer substituto.

Nos dois Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Nelson Manuel Cosme deixa o Brasil, para onde é nomeado Florêncio Mariano da Conceição e Almeida, enquanto Gilberto Buta Lutucuta cessa funções na Guiné Equatorial, sendo colocado António Manuel Luvualu de Carvalho.

Nos Estados Unidos sai Agostinho Tavares da Silva Neto e entra Joaquim do Espírito Santo, enquanto nos países europeus, na Alemanha sai Alberto Correia Neto e entra Balbina Malheiros Dias da Silva, enquanto que na Holanda cessa funções Aberto do Carmo Bento Ribeiro, entrando Maria Isabel Gomes Godinho de Resende Encoge.

Na Ásia, nomeadamente na Coreia do Sul, Albino Malungo deixa o posto, sendo substituído por Edgar Augusto Brandão Gaspar Martins, enquanto no Vietname sai João Manuel Bernardo, entrando para o seu lugar Agostinho André de Carvalho Fernandes

No quadro das movimentações diplomáticas, incluídas no âmbito das suas competências, João Lourenço alterou também dois embaixadores na zona do Médio Oriente e do Golfo Pérsico - em Israel (sai Feliciano António dos Santos e entra Osvaldo dos Santos Varela) e nos Emirados Árabes Unidos (Albino Malungo, que sai da Coreia do Sul para ocupar o cargo de José Andrade de Lemos).

As alterações no corpo diplomático angolano são cinco no continente africano.

Além da Guiné Equatorial, João Lourenço mudou os chefes de missão diplomática nos países vizinhos: na Namíbia sai Manuel Alexandre Duarte Rodrigues e entra Jovelina Alfredo António Imperial da Costa, na Zâmbia sai Balbina Malheiros Dias da Silva (colocada na Alemanha) e entra Azevedo Xavier Francisco, e no Zimbabué sai Pedro Hendrik Vaal Neto para entrar Agostinho Tavares da Silva Neto (vindo de Washington).