Presidência da Guiné-Bissau confirma receção do pedido de demissão do PM

Presidência da Guiné-Bissau confirma receção do pedido de demissão do PM
Lusa

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, está a analisar o pedido de demissão no cargo entregue sta-feira pelo primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, disse à Lusa fonte da presidência guineense.

Segundo a mesma fonte, Umaro Embaló mandou entregar a sua carta de demissão do cargo que ocupa desde 18 de novembro de 2016 e "o Presidente vai analisá-la e depois informar o país sobre se a aceita ou não".

Se José Mário Vaz aceitar o pedido, publicará um decreto presidencial a anunciar a exoneração de Umaro Sissoco Embaló, que é o quinto primeiro-ministro nomeado desde as eleições legislativas de 2012.

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau anunciou sexta-feira na sua página na rede social Facebook, que apresentou o pedido de demissão do cargo ao Presidente guineense, José Mário Vaz.

No texto, Embaló, de 46 anos, não especificou os motivos para o pedido de demissão, apenas referiu ter apresentado ao chefe do Estado guineense a segunda carta naquele sentido, depois de o já ter feito no passado dia 06 de dezembro.