Mostra de vinho verde em Amarante homenageia Amadeo de Souza-Cardoso

Mostra de vinho verde em Amarante homenageia Amadeo de Souza-Cardoso
Lusa

Amarante, Porto, 12 jun 2019 (Lusa) - O evento UVVA reúne em Amarante este ano cerca de 30 produtores de vinho verde, de toda a região demarcada, e vai homenagear Amadeo de Souza-Cardoso, para assinalar os 100 anos da morte do artista natural do concelho.

De acordo com a organização, que hoje apresentou o evento nas instalações do Museu Amadeo de Souza-Cardoso, trata-se de uma "justa homenagem" a um dos maiores vultos da cultura portuguesa.

O UVVA (Universo do Vinho Verde Amarante) cumpre este ano a sua quarta edição, repetindo a localização, nos claustros do Mosteiro de S. Gonçalo, contíguos ao museu, um espaço que contará com uma decoração especial para evocar Amadeo e a sua obra.

Na apresentação, que contou com a participação do presidente da câmara, José Luís Gaspar, foram explicados três vinhos, de castas do Vale do Tâmega, que estarão em destaque no UVVA de 2019, por poderem ter uma ligação a três obras de Amadeo.

O quadro "Paisagem" foi ilustrado por um vinho da casta Azal, por ser a que, segundo explicou o enólogo António Sousa, melhor evidencia a frescura e o verde presentes naquela obra de Amadeo.

O colorido quadro "Canção Popular e o Pássaro do Brasil" foi relacionado com um exemplar da casta avesso, típica do Baixo Tâmega, apresentado como "um vinho com bastante intensidade, com muita cor e estrutura".

A terceira obra de Amadeo foi a "Cozinha de Manhufe", um quadro que o enólogo relacionou com um vinho rosé, da casta Rosado de Basto, "suave, de cores quentes", produzido nas terras que outrora pertenceram à família do artista modernista.

O UVVA pode ser visitado de sexta-feira a domingo e este ano vai ser acompanhado por representantes da rede internacional de cidades produtoras de vinho, designada "Great Wine Capital", que reúne 10 países, de três continentes.

Nesta edição, registar-se-á também, numa parceria com a Associação de Turismo do Porto, a visita de 11 jornalistas especializados estrangeiros. Pelo certame passará, ainda, uma comitiva de jornalistas vínicos portugueses.

A presença da imprensa especializada inscreve-se, segundo o presidente da autarquia, no contexto de promoção nacional e internacional de Amarante "como terra com um potencial exponencial no domínio do enoturismo", que a câmara quer continuar a vincar.

Este ano regista-se a presença de uma representação de Moravia do Sul, da República Checa, na qualidade de região vinícola convidada.

No recinto, poderão ser degustados cerca de 150 tipos de vinho verde, das castas mais importantes da região demarcada, para além da gastronomia regional, em tasquinhas típicas de Amarante, e doces conventuais.

Ao longo dos três dias do UVVA, num ambiente que junta a história, o património e o enoturismo, os visitantes poderão contactar com enólogos e produtores. Conversas em torno do vinho verde, provas comentadas, 'showcookings' com especialistas em gastronomia e animação musical ao vivo completam o programa.