Filme da Catalunha vence grande prémio do Festival Art&Tur 2018

Filme da Catalunha vence grande prémio do Festival Art&Tur 2018
Lusa

Um filme de promoção da Catalunha como destino turístico venceu o grande prémio da 11.ª edição do Festival Art&Tur 2018, que decorre até sábado em Leiria, e que, a nível nacional, premiou "História de amor".

"A rota do destino", realizado por Román Parrado, conta a história de duas amigas que encontram o diário de viagem de um músico numa estação de comboio. A partir dele, partem à descoberta dos destinos mais emblemáticos da Catalunha.

Entre os documentários, o vencedor foi "Kalunga - Portugal/Angola", de Bernardo Gramaxo.

Na competição dedicada aos filmes nacionais, o grande prémio foi para a produção encomendada pelo gabinete de arquitetura PPS - Pilar Paiva de Sousa, "História de amor". Este foi realizado por Nuno Rocha, desenvolve-se em torno de dois estranhos que fazem 'check-in' num hotel romântico e, fortuitamente, trocam as chaves dos quartos.

O melhor documentário português foi "Meeting of waters - Secrets of wild Portugal", de Daniel Pinheiro.

O festival dedicado a filmes de turismo realizou-se pela primeira vez em Leiria, numa aposta no Centro de Portugal cujo balanço é "claramente positivo e excede as expetativas da organização", sublinha o diretor-geral do Art&Tur.

"O festival veio para o local ideal, porque tem muito, muito para ser trabalhado a nível da criatividade, da inovação, da criação de redes. Sinto-me feliz", afirmou Francisco Dias.

Segundo Francisco Dias, "aconteceu magia" nesta edição, pela "qualidade geral dos participantes regulares, que é demasiado evidente", e pelo novo projeto Art&Factory, que levou realizadores internacionais a produzirem filmes originais nas Aldeias do Xisto e Aldeias Históricas de Portugal.

"Pessoas de vários continentes pagaram as suas próprias viagens para mostrarem aqui que têm valor", salientou o diretor do festival, anunciando que, na próxima edição, Art&Factory será alargado também "às aldeias de montanha".

O prémio Art&Tur Factory foi para a equipa brasileira do Studio Eureka, com uma singela história sobre relações humanas, filmada no Piódão, Belmonte e Sortelha.

Para Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, a mudança do festival para o Centro é "um contributo inestimável para reposicionar esta região", revelando-se importante para "o novo fôlego que, a partir daqui", esta entidade pretende desenvolver.

"Este festival trouxe-nos a evidência da importância que a magia do cinema tem na promoção e no processo de internacionalização dos nossos territórios", acrescentou Pedro Machado.

Entre as várias dezenas de prémios hoje atribuídos em Leiria a filmes nacionais e internacionais, referência para o Prémio Especial Centro de Portugal Film Commission, entregue a "Cinzas ao vento", de Paulo César Fajardo.

"Braga - Past, Present & Future", de Sombra Chinesa, venceu o melhor filme do Porto & Norte; "O que vos faz partir?", da Slideshow, ganhou o melhor filme do Centro de Portugal; Uirá Dantas e Pedro Antino fizeram o melhor filme Lisboa e Vale do Tejo, "Projeto Descubra - Lisboa"; Nelson Carvalheiro realizou "Want to discover my Alentejo?", o melhor filme do Alentejo; e João Viegas assinou o melhor filme do Algarve, "Faro city of stars".