Ex-membro do Comité Central do Partido Comunista do Vietname detido por corrupção

Ex-membro do Comité Central do Partido Comunista do Vietname detido por corrupção
Lusa

As autoridades do Vietname detiveram um ex-membro do Comité Central do Partido Comunista pela alegada prática de corrupção quando dirigia a principal empresa de energia estatal, noticiaram hoje os 'media' locais.

Dinh La Thang, 56 anos, é suspeito de "violar a regulação estatal na gestão económica, causando graves consequências", indicou o Ministério da Segurança Pública num comunicado divulgado na noite de sexta-feira, citado pelo jornal oficial Dan Tri.

A polícia investiga dois casos de supostas irregularidades ocorridas durante o mandato de Dinh La Thang como presidente da PetroVietnam (2009-2011), a sociedade que controla o petróleo e o gás no país.

Dinh La Thang, ex-secretário-geral do partido em Ho Chi Minh, foi afastado em maio do Comité Central, composto por 19 membros, numa decisão apoiada por 90% dos 200 representantes do Congresso Nacional do Partido Comunista.

O Vietname iniciou, em meados do ano, uma campanha contra a corrupção na sequência da qual foram acusados importantes dirigentes do Partido Comunista, de empresas estatais e da banca daquele país asiático.

Contudo, segundo um relatório do Barómetro Global da Corrupção, o Vietname é o segundo país com maior prevalência de subornos na Ásia e quase dois terços dos seus cidadãos têm uma má perceção relativamente aos esforços do Governo para resolver o problema.

As duras leis, que estabelecem pena de morte para desfalques superiores a 500 milhões de dongs (18.700 euros) ou pelo pagamento de subornos acima de 300 milhões (11.220 euros), não parecem surtir suficientes efeitos dissuasores.

O Vietname figura no 113.º lugar de um total de 176 no Índice de Perceção da Corrupção da Transparência Internacional.