"Não me quero agarrar aos resultados, quero agarrar-me ao crescimento da equipa"

"Não me quero agarrar aos resultados, quero agarrar-me ao crescimento da equipa"
Redação

Declarações de José Paisana (selecionador) após a derrota da seleção portuguesa de futebol feminino de sub-19 frente à Espanha (4-0), do Grupo 6 da Liga A da primeira ronda da fase de qualificação para o Europeu de 2022

Sobre o jogo: "Foram duas partes distintas. Na primeira parte, cometemos quatro erros e levámos quatro golos. Na segunda parte, conseguimos controlar o ímpeto do adversário. Um adversário com um estilo de jogo muito forte na primeira parte, com largura máxima e profundidade máxima. Na segunda parte, estivemos melhor. Alterámos algumas coisas, evitámos os erros, a equipa foi mais coletiva e não sofremos golos"

Crescer: "Não me quero agarrar aos resultados, quero agarrar-me ao crescimento da equipa, à competitividade da equipa, àquilo que ela é capaz de fazer para projetar jogadoras para a seleção principal."

Covid: "Nós tivemos dois anos de pandemia [de covid-19], em que não competimos, em que não estagiámos. Desde maio que estamos a preparar o regresso e este processo demora algum tempo. Temos uma equipa com jogadoras mais novas, várias sub-18, e temos de ter consciência de que tudo isto demora algum tempo. O que pretendemos é que a equipa seja competitiva, capaz de responder às adversidades e projetar jogadoras."