Jovem admite que agrediu jogadora do PSG: "Quero pôr tudo em pratos limpos"

Jovem admite que agrediu jogadora do PSG: "Quero pôr tudo em pratos limpos"
Redação

Quase um ano depois da agressão à jogadora, que terá sido alegadamente planeado por uma companheira de equipa, um dos cinco suspeitos do ataque assumiu a culpa e garantiu que Diallo estava presente no momento do ataque.

Quase um ano depois de Kheira Hamraoui ter sido agredida com barras de metal por um grupo de indivíduos, alegadamente a mando de Aminata Diallo, sua companheira de equipa no PSG, um dos cinco suspeitos do ataque assumiu a culpa.

Um jovem, de 19 anos, admitiu à polícia de Versalhes que bateu na médio parisiense, garantindo que Diallo estava presente no momento do ataque.

"Quero pôr tudo em pratos limpos porque estou cansado. Fui eu quem trouxe a barra de ferro e quem golpeou a rapariga. Durante o assalto, outro cúmplice segurou Aminata Diallo à margem", disse às autoridades, em declarações citadas pela Imprensa francesa.

Diallo era a principal suspeita do ataque, que ocorreu em 4 de novembro de 2021. De momento, a médio, de 27 anos, encontra-se na residência dos pais, em Grenoble, e não tem permissão para contactar com qualquer membro do PSG enquanto decorre o processo criminal.