Jogadoras insistem em criticar FPF: "Está errada na intenção de impor um teto salarial"

Jogadoras insistem em criticar FPF: "Está errada na intenção de impor um teto salarial"
Redação

O movimento Futebol Sem Género continua a considerar que a FPF errou ao aplicar o que chamam de "teto salarial" apenas no futebol feminino.

Para vosso conhecimento, o movimento Futebol Sem Género não irá afastar-se daquilo que é o essencial desta sua luta que é o de, com os argumentos que fez constar do seu exercício do direito de participação, convencer a FPF de que está errada na sua intenção de impor um teto salarial somente aplicável ao futebol feminino", pode ler-se no início de um comunicado divulgado este sábado e que surge na sequência de diversas posições, especialmente vindas do Sindicato de Jogadores, d e defesa da medida da FPF em estabelecer um orçamento máximo às equipas de futebol feminino.

"E como movimento livre e independente, não irá reagir a declarações ou opiniões trazidas a público, seja do Presidente do Sindicato, seja de quadros desse mesmo Sindicato, seja até, de quadros internos da própria FPF, por muito erradas e infundadas que as mesmas sejam e, no caso, são", acrescentam.

"Deste modo, o movimento Futebol Sem Género aguarda que a FPF diga se mantém a sua opinião de que é admissível a imposição de um teto salarial somente aplicável ao futebol feminino e, se o mesmo, não fere os mais elementares direitos fundamentais", pode ler-se na conclusão do texto.