Joana Marchão avisa que Portugal não pode "menosprezar a Albânia"

Joana Marchão avisa que Portugal não pode "menosprezar a Albânia"
Redação com Lusa

Seleção portuguesa, líder do grupo de apuramento para o Euro2022 defronta a congénere albanesa na próxima terça-feira

A internacional portuguesa Joana Marchão avisou hoje que Portugal não pode "menosprezar a Albânia", próxima adversária no apuramento para o Europeu2022, com o objetivo de repetir o triunfo diante da Escócia (1-0).

"Não podemos menosprezar a Albânia. É uma seleção boa, sentimos dificuldades no jogo em casa delas, onde vencemos pela margem mínima. O facto de estarem numa posição abaixo no "ranking" [75.º lugar] não conta para nada. O jogo que fizemos na sexta-feira foi a prova disso", realçou a futebolista do Sporting, em declarações ao canal 11, citadas pelo sítio oficial na Internet da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Portugal venceu na sexta-feira a Escócia, por 1-0, igualou a Finlândia na liderança do Grupo E, ambas com 13 pontos, com Joana Marchão, titular na lateral esquerda durante os 90 minutos, a afirmar que "foi importante conquistar os três pontos".

"Este jogo foi mais coração do que outra coisa. O cansaço era muito e já nos pesava tudo, mas agarrámo-nos umas às outras e contámos com a ajuda do "mister". Isso levou-nos a cumprir o nosso objetivo", expressou.

Contudo, o encontro com a Escócia terminou e Joana Marchão aponta "baterias" à Albânia, em jogo que se realiza na terça-feira, às 17:45, novamente no Estádio do Restelo, em Lisboa, com arbitragem da checa Olga Zadinova.

"Temos de nos focar completamente neste jogo e queremos ser fiéis à nossa identidade competitiva. Vamos para jogar à Portugal e ganhar outra vez", sublinhou a atleta, que soma nove internacionalizações pela equipa das "quinas" e tem "o sonho de chegar a uma fase final de um Europeu e até de um Mundial".

Joana Marchão, de 24 anos, prometeu "continuar a trabalhar para justificar a confiança" do selecionador Francisco Neto: "Só prometo sentido de compromisso a 100 por cento. Vou dar sempre tudo o que tenho para fazer felizes as pessoas à minha volta e a mim própria".

No grupo 3 da qualificação, Portugal e Finlândia partilham a liderança, com 13 pontos, enquanto a Escócia é terceira, com nove, a Albânia quarta (seis pontos) e o Chipre quinto, ainda sem ter conseguido pontuar.

Apuram-se para a fase final, em Inglaterra, os vencedores de cada grupo mais os três segundos classificados com melhores resultados face ao primeiro, terceiro, quarto e quinto no seu grupo. Os restantes segundos vão disputar um "play-off", em data a definir.