Alícia Correia admite o "privilégio" de estar aos 18 anos na seleção feminina

Alícia Correia admite o "privilégio" de estar aos 18 anos na seleção feminina
Redação com Lusa

Jogador mais jovem no arranque da operação Mundial 2023

Alícia Correia, de apenas 18 anos, é a jogadora mais jovem na seleção de futebol feminino para o arranque da fase de qualificação da seleção de futebol feminino para o Mundial 2023 e não esconde o "privilégio" de integrar a equipa.

Em declarações aos jornalistas na Cidade do Futebol, em Oeiras, após mais um treino às ordens do selecionador Francisco Neto, a jogadora do Sporting assegurou ter sido "muito em recebida por todas" as colegas e enalteceu a experiência de jogar ao lado de referências pessoais, como Dolores Silva, Ana Borges ou Sílvia Rebelo.

"É um privilégio poder estar aqui, ser a mais jovem e poder partilhar o campo com tantas jogadoras que eram, para mim, uma referência e continuam a ser. É algo muito bom. O meu objetivo é, apesar de estar a jogar com jogadoras mais velhas, conseguir estar ao mesmo nível do que elas", afirmou.

Já com três internacionalizações por Portugal, Alícia Correia vincou a ambição de somar mais minutos em jogos oficiais, uma vez que, das três partidas em que participou, somente o desafio frente à congénere do Chipre era a doer para a seleção.

"Claro que é um objetivo e continuo a trabalhar para isso. A integração vai continuar a ser feita ao longo dos anos, cheguei aqui o ano passado e quero integrar-me ainda muito mais, por isso, vou continuar a trabalhar para poder ajudar a equipa", explicou, acrescentando: "Vamos trabalhar ao máximo nestes treinos que vamos ter, preparar-nos o melhor possível e dentro de campo vamos manter o nosso ADN e dar tudo pelo nosso país".

Com uma dupla jornada fora de casa diante da Turquia (na quinta-feira) e de Israel (no domingo) para o pontapé de saída do apuramento para o campeonato do mundo de 2023, que vai ser disputado na Austrália e na Nova Zelândia, Alícia Correia mostrou-se ciente da responsabilidade de tentar contribuir para um feito que seria inédito para uma geração que cresceu a ver jogar e com a qual partilha agora o balneário.

"Sempre disse que era um sonho e penso que é um sonho de todas as jogadoras poderem representar a seleção ao mais alto nível, mas, sinceramente, não esperei que fosse um sonho que se viesse a realizar tão cedo. Mas é um privilégio poder estar aqui tão nova", reiterou a futebolista portuguesa.

A seleção comandada por Francisco Neto treina hoje, às 10:30, na Cidade do Futebol, em Oeiras, e tem voo marcado para Istambul às 16:25, com a chegada à cidade turca a estar prevista para as 23:15.

O encontro entre Portugal e Turquia, a contar para a primeira jornada do grupo H de apuramento para o Mundial 2023, está marcado para quinta-feira às 19:00 locais (17:00 horas em Lisboa).