Alexia Putellas, bola de ouro, junta-se à bronca na seleção espanhola feminina

Alexia Putellas, bola de ouro, junta-se à bronca na seleção espanhola feminina
Redação

A melhor jogadora do mundo não estava nas 15 jogadoras que boicotaram a convocatória, mas esta sexta juntou-se ao grupo

A bronca na seleção espanhola de futebol feminino ganhou esta sexta-feira dimensão, não só pelo eco internacional que a renúncia de 15 jogadoras à convocatória está a ter, como também pelo facto de a melhor jogadora do mundo, Alexia Putellas, se ter juntado ao grupo.

As jogadoras em questão, no comunicado hoje divulgado, lamentam que se tenham tornado públicos os seus nomes e a mensagem enviada à federação e ao seu presidente, Luis Rubiales, assegurando que não renunciaram, simplesmente, para o bem da seleção, decidiram não ir à seguinte convocatória e sucessivamente até estarem reunidas as condições que permitam alterar o seu atual estado anímico que condicionaria o rendimento.

Afirmam, também, não ter exigido a demissão do selecionador, Jorge Vilda. E concluem a dizer que não toleram o tom de "infantilização" com que a federação acaba o seu comunicado de quinta-feira, ou seja, a parte em que se diz que não voltarão a ser chamadas se não assumirem os seus erros e não pedirem perdão.