Premium "Um dia apareceram lá uns senhores do FC Porto, queriam falar comigo e com o meu pai"

"Um dia apareceram lá uns senhores do FC Porto, queriam falar comigo e com o meu pai"
João Queiroz

O JOGO - 35 ANOS || 1996 || A VÉNIA DE FERNANDA RIBEIRO - Depois da vitória nos Mundiais de Gotemburgo, o ouro olímpico nos 10 mil metros em Atlanta. Hoje recorda o Kolossal

Começou a correr no Valongo, estreou-se numa prova aos nove anos de idade, em Lousada, com um segundo lugar, deixando para trás adversárias mais velhas. Mas foi com a camisola da Associação Desportiva Kolossal - clube que tomava o nome de uma fábrica de equipamentos desportivos, em Penafiel - que a colossal Fernanda Ribeiro começou a competir a nível oficial.

Foi convidada para integrar um grupo só com rapazes por Luís Miguel, o dono do clube e, ao mesmo tempo, treinador de atletismo e da equipa principal do FC Penafiel. "Devia ter uns onze anos. Era um clube muito familiar, que já me dava algumas garantias, oferecia-me os equipamentos...", recorda a campeã olímpica, que há quase 50 anos nasceu na freguesia penafidelense de Novelas.