"Máscaras podem ser usadas em espaços fechados com número elevado de pessoas"

"Máscaras podem ser usadas em espaços fechados com número elevado de pessoas"
Redação com Lusa

Marta Temido falou sobre a utilização de máscaras não cirúrgicas.

As máscaras não cirúrgicas podem ser utilizadas pela população em espaços fechados e com elevado número de pessoas, como supermercados e transportes públicos, disse esta segunda-feira a ministra da Saúde.

"De acordo com o princípio básico da precaução em saúde pública e fase às ausências de efeitos adversos associados ao uso de máscara, pode ser considerada a sua utilização por qualquer pessoa em espaços interiores fechados e com um elevado número de pessoas", afirmou Marta Temido, dando como exemplo os supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais e transportes públicos.

Na conferência de imprensa diária realizada na Direção-Geral da Saúde (DGS), a ministra ressalvou que o uso de máscaras na comunidade constitui "uma medida adicional e suplementar" às já existentes, como o distanciamento social e lavagem das mãos.

Segundo a governante, a norma sobre a utilização de máscaras não cirúrgicas, também conhecidas por "mascaras sociais ou comunitárias", vai ser publicada esta segunda-feira pela DGS e cumpre as regras europeias.