Covid-19: fim da obrigatoriedade de teste para recintos desportivos e grandes eventos

Covid-19: fim da obrigatoriedade de teste para recintos desportivos e grandes eventos
Redação com Lusa

Entre as várias medidas de alívio das restrições face à pandemia anunciadas hoje foi determinado o fim da "exigência de teste negativo para acesso a grandes eventos, recintos desportivos", tal como no acesso em bares e discotecas

O acesso a recintos desportivos e grandes eventos vai ser possível sem teste negativo ao coronavírus responsável pela pandemia de covid-19 "nos próximos dias", revelou hoje a ministra Mariana Vieira da Silva, após o Conselho de Ministros.

Entre as várias medidas de alívio das restrições face à pandemia anunciadas hoje foi determinado o fim da "exigência de teste negativo para acesso a grandes eventos, recintos desportivos", tal como no acesso em bares e discotecas.

Questionada pelos jornalistas, e sem divulgar o calendário de aplicação destas decisões, a ministra da Presidência ressalvou que vai manter-se a obrigatoriedade do uso de máscara nos recintos desportivos ao ar livre, bem como nas salas de espetáculos.

"Relativamente à utilização da máscara, ela permanece obrigatória em todas as situações em que é hoje obrigatória. Em situações de espaços de acesso ao público, sejam serviços públicos ou espaços comerciais interiores, nas salas de aula, mas não nos recreios, e nos eventos de muito grande dimensão, como são os exemplos dos estádios de futebol, que, apesar de serem ao ar livre é obrigatória. Nesta fase, mantém-se as medidas de utilização da máscara", explicou.

Desde 25 de dezembro de 2021, o acesso a eventos desportivos e culturais estava condicionado à apresentação de teste negativo ao coronavírus, independentemente no número de espetadores.

Até essa altura, desde 27 de novembro, já era obrigatória a apresentação de um teste com resultado negativo ao coronavírus à entrada dos recintos desportivos ao ar livre com capacidade acima de 5.000 espetadores e superior a mil em recinto fechado.