Belgas infetados que passaram férias no Algarve não cumpriram regras

Belgas infetados que passaram férias no Algarve não cumpriram regras
Redação com Lusa

Pelo menos 67 jovens belgas, entre os 18 e os 20 anos, estão infetados com covid-19 após terem regressado de férias em Albufeira no início do mês,

A diretora-geral da saúde, Graça Freitas, disse que os jovens belgas que passaram férias em Portugal e estão infetados com covid-19 não cumpriram as regras de segurança.

Pelo menos 67 jovens belgas, entre os 18 e os 20 anos, estão infetados com covid-19 após terem regressado de férias em Albufeira no início do mês, estando a cumprir isolamento domiciliário na Bélgica, anunciaram hoje as autoridades belgas.

Na conferência de imprensa regular sobre a situação da pandemia de covid-19 em Portugal, Graça Freitas explicou que o assunto está a ser investigado, mas disse que os organizadores da viagem já admitiram que os jovens não cumpriram as regras de segurança que lhes foram "insistentemente" explicadas por esses organizadores da viagem e pelas autoridades portuguesas.

Os jovens, disse a responsável, faziam parte de grupos organizados e muitos partilhavam o mesmo local de férias. Graça Freitas admitiu que o caso de contágio pode até ter origem em algum dos jovens do grupo, dado haver um período de incubação da doença e de muitos casos serem assintomáticos.

Para já, acrescentou, as autoridades de saúde do Algarve vão fazer uma "análise retrospetiva dos acontecimentos" para tentar encontrar o primeiro caso, "mas não há nenhuma garantia que tenha sido em Portugal que a infeção se verificou".

Segundo as autoridades belgas, cerca de metade destes 67 jovens infetados - que têm entre 18 e 20 anos e estão em isolamento domiciliário - participaram numa estada organizada pelo operador turístico belga Summer Bash, especializado em viagens para jovens de 16-24 anos, enquanto os restantes alugaram uma casa privada para as férias.

Portugal contabiliza pelo menos 1.878 mortos associados à covid-19 em 65.626 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da DGS.

A nível mundial a pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.