Regresso à dupla do passado

FILIPE ALEXANDRE DIAS/ RAFAEL TOUCEDO/ RUI MIGUEL GOMES

Tópicos

Anderson Polga e Tonel ainda só formaram dupla de centrais em duas ocasiões esta temporada, mas as limitações físicas de Daniel Carriço, no seguimento da lesão que o afastou dos minutos finais do clássico com o FC Porto, vão levar Carlos Carvalhal a ter de apostar, contra o Belenenses (amanhã), na dupla que foi a mais estável e segura dos últimos anos... sob as ordens de Paulo Bento. Carriço é indiscutível na defesa desde que ganhou o lugar por lesão de Tonel, na época passada, mas a contas com um forte traumatismo na face posterior da perna esquerda, sem ainda ter sequer treinado com a equipa esta semana - está em tratamento -, a sua utilização não será forçada dada a proximidade do encontro com o Atlético de Madrid, para o qual já deverá estar recuperado.

Carvalhal faz assim um regresso ao passado, ficando de fora o central mais utilizado da época, Carriço, que começou a temporada a formar dupla precisamente com Polga, que agora recupera o lugar. Assim, Tonel e Polga, que estiveram ligados ao período de maior estabilidade defensiva dos últimos anos, contribuindo de forma decisiva para a conquista de títulos (Taças de Portugal) e para a qualificação para a Liga dos Campeões, sempre à frente do Benfica na classificação, tentarão reeditar a dupla de sucesso que representaram no passado e ajudar a equipa a somar o quarto desafio consecutivo sem sofrer golos. Importa, contudo, referir que o Sporting perdeu os dois últimos encontros em que Polga alinhou de início [ver peças abaixo].

O técnico, dado o sucesso defensivo dos últimos jogos, com Olhanense, Everton e FC Porto, tem mantido o mesmo quarteto na retaguarda, situação que agora não poderá acontecer. Abel, Tonel, Carriço e Grimi aumentaram a eficácia defensiva nos últimos jogos, deixando de fora o campeão do mundo Polga e o reforço de Inverno João Pereira... lateral-direito que tinha pegado de estaca até ser expulso logo a abrir o recente jogo da Taça da Liga contra o Benfica, perdendo a titularidade.

Polga tem vivido a sua pior temporada desde que, em 2003/04, chegou a Alvalade. O mau fim de época do Sporting em 2008/09 começou a originar críticas às "performances" do central brasileiro, que se mantiveram no arranque da época em curso, na qual começou a titular ao lado de Carriço. Aos poucos foi perdendo espaço na equipa, quer pelas exibições menos conseguidas quer por pequenos problemas físicos (Paulo Bento chegou a sair em sua defesa, afirmando que jogava em esforço, lesionado), mantendo-se sempre à espera de oportunidades para ressurgir...

DUPLAS EM 2009/10

TONEL-POLGA

2jogos

3golos sofridos

1vitória

1derrota

CARRIÇO-POLGA

16jogos

21golos sofridos

5vitórias

7empates

4derrotas

CARRIÇO-TONEL

23jogos

18golos sofridos

12vitórias

7empates

4derrotas