Exclusivo "Quando o Vizela subiu à Liga de Honra, o meu filho invadiu o campo em tronco nu"

"Quando o Vizela subiu à Liga de Honra, o meu filho invadiu o campo em tronco nu"
Carlos Pereira Santos

FORA DE JOGO - A segurança nas palavras, uma excelente dicção, um sorriso que cativa, fazem da jornalista Sandra Fernandes Pereira uma das melhores pivôs nacionais. É a RTP que a tem desde sempre, normalmente acompanha-nos à hora de almoço no Jornal da Tarde. É de Vizela e do Vizela, "com muito orgulho".

Foi esta profissão que imaginaste para a tua vida ou quando brincavas com as Barbies tinhas outras ideias?
Nunca tive uma Barbie. Ainda vou a tempo? (risos) Mas tive outras bonecas e pensava em profissões como veterinária, advogada, astronauta. Até entrar para a universidade, achei que iria ser professora.

Começaste num projeto novo em televisão a norte, a NTV, mais tarde RTP N. Foi uma escola de vida para ti?
Foi, sobretudo na perspetiva de começar algo de novo com gente nova, cheia de vontade de fazer coisas. Mas não posso ignorar o que aprendi antes disso também na rádio.