Kyrgios valeu-se do serviço para bater Coric

Kyrgios valeu-se do serviço para bater Coric

Kyrgios explica o segredo que o ajudou a vencer o croata Borna Coric.

O australiano Nick Kyrgios, o mais cotado dos tenistas ainda em prova no Estoril Open, apontou o serviço como a sua arma na vitória de hoje nos quartos de final frente ao croata Borna Coric.

"Não tinha estratégia para este encontro, sabia que tinha de servir bem. Ele é um grande jogador, mexe-se bem. Penso que a chave foi servir muito bem nos momentos cruciais", disse na zona de entrevistas rápidas após derrotar o jovem croata, com duplo 6-4.

Kyrgios, segundo cabeça de série e 20.º jogador mundial, falou ainda do seu opositor das meias-finais, revelando que cresceu a ver o espanhol Nicolas Almagro jogar e que, como tal, sabe o que fazer no próximo encontro.

Já Borna Coric assumiu que o adversário fez um bom encontro e que, por sua vez, não esteve ao seu nível habitual.

"Ele conseguiu os 'breaks' cedo e é muito difícil recuperar das desvantagens com ele, sobretudo a jogar a este nível. Ele era o grande favorito e eu não tinha nada a perder. Foi uma pena, especialmente porque não estive ao melhor nível", lamentou o croata, sexto cabeça de série.