Ott Tanak e liderança no Rali de Portugal: "Acabei o dia feliz"

Ott Tanak e liderança no Rali de Portugal: "Acabei o dia feliz"

Reações dos pilotos ao segundo dia de prova, absolutamente louco, com seis líderes em oito especiais

A liderança do Rali de Portugal, a sexta etapa do Mundial (WRC), pertence a Ott Tanak, da M-Sport/Ford, num dia bastante emotivo, pois houve seis líderes diferentes nas oito especiais realizadas

O estónio, que tem 4,6 segundos de vantagem sobre Dani Sordo (Hyundai) fez um balanço positivo da jornada. "Tivemos alguns problemas que tornaram o carro muito difícil de conduzir em Ponte de Lima. Ultrapassámos isso e acabei o dia feliz", afirmou o piloto.

O companheiro de equipa Sébastien Ogier também se mostrou satisfeito. "Estou feliz com a minha prestação nos troços e durante o dia independentemente o que tenha acontecido", disse o francês.

Já para Jari Matti Latvala (Toyota), que se atrasou na sequência de um despiste, o dia não correu de feição. "Liderámos o rali. Pena o que aconteceu. Não é bom. Mas o que importa é que estamos a mostrar que o carro é rápido e que podemos lutar pelas vitórias. A equipa tem feito um excelente trabalho", defendeu o finlandês.

Vencedor das últimas duas etapas (Córsega e Argentina), Thierry Neuville (Hyundai) também tinha razões de queixa. "Atrasámo-nos no pó do Jari. Perdemos cerca de 20 segundos nesse troço [Ponte de Lima 2]. Se não fosse isso estaríamos no pódio. Mas vamos ver, nada está perdido. Para a posição na estrada, é bom sair o mais atrás possível", afirmou o belga.