Dakar: organização tira a vitória a Paulo Gonçalves

Dakar: organização tira a vitória a Paulo Gonçalves

Foram descontados três minutos a Joan Barreda por alguns espectadores terem invadido a pista e o espanhol acabou por superar o português, seu colega na Honda.

Já Paulo Gonçalves tinha festejado a vitória e terminado as entrevistas dizendo que tinha feito "uma etapa muito boa" quando a organização do Rali Dakar decidiu fazer mais uma das intermináveis alterações às classificações, retirando três minutos ao tempo do espanhol Joan Barreda, por uma invasão de espectadores na pista o ter prejudicado. E assim se mudou o vencedor da 11.ª tirada!

O português tinha ganho em Rio Cuarto com 1m09s sobre o seu colega na Honda, lamentando apenas a penalização de uma hora aplicada a toda a equipa, pois sem ela "a equipa teria dois pilotos no pódio final", e foi considerado depois segundo, a 1m50s de Barreda, que teve descontados exatamente 2m59s.

O caso nada abona em favor de uma organização já muito criticada e que desta vez até publicou o comentário oficial da etapa dando Paulo Gonçalves como vencedor, para depois operar mudanças!