"Os adversários é que têm de responder"

"Os adversários é que têm de responder"

Raúl Alarcón mantém a camisola amarela, mas o ciclista da W52-FC Porto-Mestre da Cor tem agora Vicente de Mateos mais perto, a apenas 14 segundos

As bonificações: "Conseguiram diminuir as diferenças, com as bonificações. E aqui também me creditaram com mais quatro segundos. [Na meta volante] Tínhamos planeado arrancar os dois para ver quem respondia a quem. Aquele que ficasse livre, iria sprintar. Como me responderam, o Gustavo [Veloso] foi sprintar.".

À espera dos adversários: "Amanhã vai ser um dia complicado porque é a etapa rainha. No entanto, o Veloso, o Amaro [Antunes] e eu estamos no topo da classificação. As outras equipas têm os corredores mais atrasados, assim temos alguma vantagem em relação a eles. Estamos na frente, os adversários é que têm de responder, vamos ver como levam a corrida amanhã."

Tranquilidade: "Estou tranquilo [com a diferença para Vicente de Mateos], tenho o Gustavo por perto, que é a nossa maior arma e se amanhã chegamos com esta diferença para o último crono, ele é o favorito."