Ricardo Costa: "Não foi o resultado desejado mas não vamos atirar a toalha ao chão"

Ricardo Costa: "Não foi o resultado desejado mas não vamos atirar a toalha ao chão"

O treinador do FC Porto queixou-se este sábado, após a derrota por um golo diante o Benfica (27-28), da arbitragem da partida e garantiu que a equipa vai lutar pelo título nacional até ao último segundo.

"Foi um jogo equilibrado. Muitas situações de igualdade ao longo de toda a partida. O resultado fica marcado pelas últimas decisões dos árbitros, entre os quais um golo anulado ao FC Porto. Ficou também por marcar um livre de sete metros nos últimos segundos", comentou.

"Sabíamos da responsabilidade do jogo. Falhámos em alguns momentos quando podíamos passar para à frente. Mas a verdade é que não nos deixaram. Enquanto houver campeonato iremos à luta. Até à última jornada vamos lutar pelo campeonato. Estivemos 35 jornadas à frente. Hoje vínhamos para dar mais um passo em direção ao título. Não foi o resultado desejado. Não vamos atirar a toalha ao chão", acrescentou.

Ricardo Costa insistiu sobre a questão da arbitragem: "Não consigo entender a nomeação dos árbitros. Não digo que são maus ou que são bons. Mas, com tantas duplas com provas dadas e com muitos jogos iguais a estes. Não consigo entender. Tem a ver com a falta de experiência dos árbitros."