"Bernard já está convencido"

O futuro do extremo ainda não está decidido, mas na família a vontade é só uma: vê-lo a jogar no Dragão. Mesmo com o Arsenal na jogada, os conselhos de Hulk fizeram a diferença

Ainda a "acordar do sonho" de ter assistido à vitória do filho na final da Taça dos Libertadores, Délio Duarte, pai de Bernard, conversou com O JOGO sobre o futuro de um dos mais promissores jogadores brasileiros da atualidade.

"Tenho falado com o meu filho, mas ainda não há nada de concreto. Neste momento são os empresários que estão a tratar das negociações. Não sei de mais nada. De concreto, só conheço mesmo qual é a vontade do Bernard", começou por afirmar, quando ouviu do lado de cá do telefone a primeira pergunta sobre os muitos interessados na contratação do extremo. Mas a resposta aguçou o apetite para mais perguntas. Afinal, qual é a vontade de Bernard? "Ele tem o sonho de jogar aí...", atirou.

Deste lado, ficou a dúvida: "aí" na Europa ou no FC Porto? "Não, no FC Porto. Ele quer continuar a carreira num clube assim", respondeu de pronto. Nova dúvida, mais uma pergunta: mas como é que um jogador brasileiro que, supostamente, tem um clube como o Arsenal interessado em si, de um dos melhores campeonatos do mundo, tem o "sonho" de jogar no FC Porto e na Liga portuguesa? "Bem, tem-se falado muito do Arsenal, mas na realidade nunca nos chegou nada de oficial. Para além disso, ele prefere jogar no FC Porto. O Bernard é amigo do Hulk, ficaram muito próximos agora na seleção, e na altura conversaram sobre o assunto. O Hulk disse-lhe muito bem do clube e ele ficou convencido de que seria a aposta certa para este momento da carreira", explicou.

No entanto, e apesar de ter feito questão de reforçar a ideia de que não tem conhecimento dos últimos desenvolvimentos nas negociações, Délio Duarte deu a entender que Bernard fará todos os possíveis para jogar no FC Porto. "Neste tipo de negócios, a vontade do jogador também pesa muito. E o Bernard quer o FC Porto. Ele conhece o clube, já recolheu muitas informações e sabe que o FC Porto tem a tradição de fazer evoluir os jogadores. Isso, para ele, é muito importante nesta fase da carreira. Para mim, como pai, também é. Posso dizer-lhe que, se dependesse de mim, ele iria para o FC Porto", afirmou antes de acrescentar mais detalhes capazes de atestar o bom conhecimento da realidade do campeão nacional. "Para além de tudo isto, o FC Porto é um clube com vários jogadores brasileiros e isso ajudaria muita na adaptação do Bernard à Europa. Têm o Danilo, o Alex Sandro... Sinceramente, vou ficar a torcer para que dê tudo certo com o FC Porto", acrescentou.

A fechar a conversa telefónica, Délio Duarte revelou acreditar que "tudo deverá ficar definido nos próximos dias", de preferência com uma "viagem para Portugal". Será?