Rui Jorge e a Espanha: "Empate? Perder é que não interessa"

Rui Jorge e a Espanha: "Empate? Perder é que não interessa"

Selecionador nacional de sub-21 não abriu o jogo relativamente ao onze inicial que vai apresentar frente à Espanha, na terça-feira, e não quis descartou o empate como um bom resultado.

Análise à Espanha: "Eu considero a equipa forte na sua globalidade. Ofensivamente, tem nomes muito interessantes. Dos 12 jogos que fizeram na qualificação apenas não marcaram em dois. Tem números muito interessantes. Vai ser uma dificuldade para a nossa equipa suster a equipa espanhola. Atendendo ao nosso historial, também concretizamos. A Espanha é forte na sua globalidade e nós vamos tentar marcar golos e ser fortes defensivamente, vamos ter que o ser".

Espetáculo: "Espero e acredito que seja um grande jogo. Há jogadores talentosos dos dois lados, equipas que gostam de jogar, que não praticam antijogo. Vai ser um espetáculo enorme. Estádio cheio, jogadores de qualidade. Tem tudo para ser bonito".

Mudanças na equipa: "Admito que haja mudanças. Em segundo lugar, gostaria de ver melhorar alguns aspetos. Cometemos bastantes erros técnicos que não são normais na nossa equipa. Muita perda de bola sem pressão, temos de melhorar esse aspeto. Ofensivamente conseguimos fazer melhor, estou desejoso para mostrar isso amanhã".

Poderio da Espanha: "É mais uma seleção forte. Já defrontámos seleções fortíssimas, e a espanhola é uma delas. É impossível ser apurado para uma fase final e defrontar equipas fracas. A Espanha é mais uma das fortes".

O empate serve à Seleção? "Não faço ideia. Depende de como correr o jogo. O nosso objetivo é vencer. Perder é que não interessa de certeza. Se o empate serve ou não, não sabemos. Sabemos que queremos a vitória".

Renato Sanches e Bruma titulares? "Ainda estamos a atravessar o processo de recuperação. Ainda vamos ver como vão recuperar os jogadores. Enquanto os jogadores não souberem quem joga, mais ninguém o saberá".