Éder e a época em França: "Este ano tem sido mais complicado"

Éder e a época em França: "Este ano tem sido mais complicado"

O avançado português abordou os próximos compromissos da seleção portuguesa, em conferência de imprensa antes do treino desta manhã.

Antevisão do jogo com a Hungria: "O nosso objetivo é vencer todos os jogos e ter uma boa diferença de golos. Esperamos vencer o próximo jogo. Vamos fazer de tudo para ganhar. Vai ser contra um adversário difícil, que defrontámos no Euro. Sofremos e marcámos muitos golos, mas tudo vamos fazer para ganhar"

Motivação: "Estamos muito motivados. Deu para ver na gala de ontem, Já estamos concentrados para os próximos dois jogos. Estamos cheios de força para encarar os próximos dois jogos".

Entrada nas opções de Fernando Santos: "Estou aqui para dar o meu contributo da melhor maneira para quando for chamado".

Ansiedade no seio de grupo?: "Ansiedade não. Há muita vontade de ganhar o jogo. No Euro foi um jogo de muitas emoções, mas queremos marcar na Luz e não sofrer golos para ter uma boa margem. É isso que vamos fazer com toda a nossa força e ambição porque sabemos que cada jogo é como uma final para nós".

Golo na final do Euro: "Já voltámos à realidade. Foi um momento marcante e continuará a sê-lo. Sinto-me feliz por isso, mas temos de nos focar no presente. O presente e o futuro são muito mais importantes".

Obrigação de vencer: "A seleção já passou por momentos em que esteve obrigada a ganhar. Isso dá-nos mais força e vontade de encarar os com o máximo empenho e determinação. Tenho a certeza de que isso vai acontecer"

Relação com os franceses por causa do golo na final do Euro: "É complicado para eles e eu percebo, mas não quero bater na mesma tecla. Eles têm as razões deles e cabe-me a mim ficar contente pelo que aconteceu. Antes foi diferente porque não havia este contexto, mas este ano tem sido um bocado mais complicado. Quer focar-me no que posso fazer e continuar a trabalhar".

Presença de Ronaldo na seleção: "O Cristiano é um jogador fundamental para nós. É o melhor do mundo. Ele seria importante em qualquer equipa. Estamos muito felizes por contarmos com ele".