Corunha dispensa Luisinho

Defesa português esteve envolvido em vários "episódios conflituosos" esta época

O futebolista português Luís Carlos Correia, conhecido como Luisinho, que alinhou no Paços de Ferreira e no Benfica, não vai continuar no Corunha, anunciou esta segunda-feira o presidente do clube galego, Tino Fernández.

Acerca da dispensa de Luisinho, Tino Fernández informou que o clube contactou o seu representante para "encontrar um solução" e justificou o afastamento do jogador luso com o facto de ter sido "protagonista de vários episódios conflituosos".

"O Luisinho tem muitos anos como futebolista profissional e espero que encontre uma solução desportiva porque merece, mas a sua etapa no Deportivo chegou ao fim. Com a sua presença não seria fácil alcançar a coesão e a comunhão de grupo que pretendemos", explicou o presidente do clube galego.

Se pudesse ter uma bola de cristal para adivinhar o futuro, Tino Fernández assumiu que teria tomado a decisão de afastar Luisinho do clube no último verão, na sequência do conflito que teve com o colega de equipa Alejandro Arribas a seguir a um treino.

"Nesse momento tinha quatro possibilidades, afastar os dois, ficar com um, com outro ou com os dois. Tomámos a última opção, mas não foi a melhor, como se constata agora. Sempre pensei que seríamos capazes de gerir a situação", rematou o presidente do Corunha.