Jogador do Chapecoense ao ser socorrido: "Quero morrer"

Jogador do Chapecoense ao ser socorrido: "Quero morrer"

Neto foi um dos seis sobreviventes da queda do avião na Colômbia, que vitimou 71 passageiros, mas chegou a desejar não o ter sido.

Neto foi um dos futebolistas sobreviventes do acidente de avião, que transportava a equipa do Chapecoence e que caiu na Colômbia, vitimando 71 pessoas, mas à chegada ao hospital só manifestava o desejo de não ter escapado.

"Quero morrer", dizia o defesa brasileiro, segundo fontes do hospital. Neto foi, de acordo com as informações cedidas pela equipa de resgate, o "último a chegar à unidade hospitalar e chegou num estado lamentável, mas lúcido".

A evolução do estado clínico do jogador evoluiu favoravelmente e o seu pai acredita inclusivamente que voltará a pisar os relvados. "Informo com muita satisfação e felicidade que o meu filho está cada vez melhor. Acaba de ser operado à perna e os médicos dizem que poderá voltar a jogar futebol", escreveu nas redes sociais.